Eventos

 

Foram realizadas as Jornadas Cientificas no Instituto Superior Politécnico de Gaza, onde a Professora Doutora Vitoria Langa de Jesus foi a Oradora da aula de Sapiência com o seguinte tema : Importância de Financiar a Investigação em Moçambique. 

 

 

Teve lugar de 27 e 28 de Julho do corrente ano, quinta e sexta feira, pelas 9 horas, no Girassol Indy Village, na cidade de Maputo, o Seminário Nacional de Divulgação de Resultados dos Projectos Financiados pelo Fundo Nacional de Investigação (FNI).

O Seminário em apreço  visa (i) partilhar com os parceiros de cooperação, investigadores, estudantes e público interessado na investigação, inovação e transferência de tecnologia, os resultados alcançados pelos projectos aprovados e financiados pelo FNI, especialmente os da 5º, 6º e 7º chamada com enfâse aos impactos, (ii) apresentar número de benefícios directos das acções na implementação dos projectos, (iii) partilhar e debater os resultados obtidos em função da metodologia usada, (iv) definir as acções subsequentes a ter em conta pelos investigadores e, (v) incentivar os participantes a envolverem-se em projectos que resolvem os problemas pontuais das populações.

Esperava-se com este encontro: a) identificar resultados que melhorem as condições de vida das comunidades moçambicanas, novos processos, desafios, conhecimentos e tecnologias a serem disseminadas e adoptadas por diferentes actores, b) promover a ciência no geral e a valorização da pesquisa em Moçambique, c) fortalecer as capacidades nacionais na área de investigação, d) troca de experiência entre os investigadores, e) partilhar casos de sucesso entre os investigadores na implementação dos projectos e, f) compilação dos resultados apresentados por forma a facilitar a disseminação dos mesmos.

Esperava-se que participem do Seminário em alusão cerca de 80 pessoas, dentre eles, actores de desenvolvimento interessados na investigação, transferência de conhecimento científico, tecnologias e inovação, podendo ser: instituições publicas e privadas, parceiros de cooperação, organizações não governamentais (ONGs), instituições de ensino, especialistas e inovadores que estejam em diversas actividades ligadas ao desenvolvimento baseado na transferência de conhecimento científico.

O FNI é uma instituição pública de âmbito nacional, constituindo-se num mecanismo de financiamento ao Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia estabelecido pelo Governo da República de Moçambique.

 

Teve lugar nos dias 26 a 28 de Junho de 2017 na Africa do Sul (Pretoria), um encontro de troca de experiencias entre os técnicos do FNI (Fundo Nacional de Investigação) e do NRF (National Research Foundation) no âmbito do melhoramento e optimização do Sistema Online de Monitoria e Avaliação de Projectos(FNI-SAMP) que nesta 9a chamada esta operacional na sua fase piloto. 

 

Este encontro teve como principal enfoque a apresentação do sistema FNI-SAMP (GMSA-ONLINE GRANT SYSTEM DEVELOPMENT), tendo como painel de discussões o feedback desta primeira fase (fase piloto), no concernente a receptividade por parte dos investigadores, pesquisadores, Instituições de ensino superior ligados a investigação científica, entre outros devido ao manuseamento do sistema. Numa outra abordagem também fora apresentado o Sistema do NRF (GMSA- NRF ONLINE SUBMISSION SYSTEM), para servir de base de comparação com o sistema de ambas as instituições (FNI & NRF).

No âmbito do Global Research Council (GRC), uma organização virtual, dedicada a promoção da partilha de dados e melhores práticas da gestão da investigação de modo a elevar a colaboração e qualidade entre as agências de financiamento de todo o mundo, realiza-se em Ottawa, no Canada, entre os dias 29 a 31 de Maio de 2017, o encontro anual, onde participarão todas agências de financiamento integrantes desta organização.

Inovação científica e transferências de tecnologias devem desenvolver a económico do País
Defende Jorge Nhambiu
Teve início ontem, na cidade de Xai-Xai, província de Gaza, as Décimas Jornadas Científicas de Moçambique e, quartas regionais orientadas, pela Sua Excelência Ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional, Jorge Nhambiu.
Na ocasião, o ministro afirmou que a realização das Jornadas Científicas e Tecnológicas de Moçambique em moldes regionais, visa propiciar a maior articulação possível dos investigadores, docentes, inovadores e estudantes que se fizeram presentes no respectivo local do evento, promovendo, por conseguinte, maior equidade nacional e acesso a plataformas de divulgação, de resultados de trabalhos de investigação.
De acordo com Nhambiu, a divulgação científica tem um papel importante para que a população adquira conhecimento sobre ciência e seus benefícios e saiba ainda o quanto ela esta presente no seu dia-a-dia. De referir que a nona chamada para submissão de projectos para financiamento esta direccionada a propostas de projectos de investigação que estão dentro das áreas prioritárias definidas pelo governo de Moçambique, nomeadamente agricultura, energia, infra-estruturas turismo.
“Os referidos projectos de investigação submetidos para o financiamento, devem procurar trazer soluções de forma clara e objectiva a problemas específicos através da geração de novo conhecimento e/ou tecnologia adequada tenha impacto a curto e/ou médio prazo para a maioria da população rural em termos de melhoramento das suas condições de vida, segurança alimentar, aumento de rendimento ou diversificação das estratégias para a sua sobrevivência, assim como a produção científica através da publicação dos resultados alcançados em revistas de reconhecido mérito ” sublinhou Nhambiu.
Um dos grandes desafios que a instituição de que Nhambiu é dirigente é sem duvidas a articulação da investigação com o empresariado e a comunidade para que as soluções produzidas pela ciência sejam usadas e produzam o impacto necessário na vida quotidiana da sociedade.
Nesta jornada foram recebidos mais de 173 trabalhos dos quais 93 resumos foram aprovados para apresentação nessa décima jornada científica e tecnológica. Os referidos resumos dividem se entre diversas áreas dentre ela agricultura, construção, energia, saúde, ciências marinhas e pesca, etnobotanica, sustentabilidade ambiental aguas e tecnologias de informação e comunicação

 

 

Decorrem entre os dias 4 e 5 de Maio de 2017 na Província de Niassa as 10as Jornadas Científicas e Tecnológicas de Moçambique, 4as Jornadas Regionais, contando com 150 participantes dentre especialistas, investigadores, inovadores, estudantes e outros profissionais com interesse e vocação no desenvolvimento da ciência e Tecnologia.

 

Intervenção da Directora Executiva do FNI

Intervenção do Governador

Discurso do Inspector do MCTESTP

 

 Algumas fotos do Evento:

 

Presidio                                                                   Apresentação  

Discurso do Director                                                                   Investigadores